Logo

O Futuro do Design de Interfaces: Realidade VS Ficção e algumas previsões

A importância do design de interfaces é algo que a que já damos valor no presente, mas o que nos reserva o futuro nesta área? Quais são as tendências que vão levar o Interface Digital a um nível de maior fluidez na interação entre o ser humano e um dispositivo digital?

A interface de qualquer dispositivo é fulcral para ditar o seu sucesso; sem um bom design de interface, dificilmente os utilizadores perceberão como algo funciona e rapidamente o abandonarão. Em termos futuros, então, poderá dizer-se que a aposta será em continuar a desenvolver interfaces cativantes, puras e minimalistas, mas em simultâneo o mais completas possível, bem como cativantes para o utilizador.

Vamos às tendências?

Ecrãs transparentes como nos filmes de ficção científica?

De acordo com Bill Fernandez, inventor de interfaces e o primeiro funcionário da Apple Computer (1977), este tipo de ecrãs táteis e transparentes como vemos em filmes como Avatar (ver imagem acima) e Iron Man, por exemplo, não são realistas nem práticos do ponto de vista da interface. Na realidade, o facto de obrigarem o utilizador a manter os braços no ar evitam movimentos precisos e aumentam o cansaço. Para além disso, seriam necessárias inúmeras horas para desenhar esquemas e diagramas mecânicos precisos.

Esta é daquelas fantasias que provavelmente continuaremos a ver em filmes, mas não na vida real. Se alguma vez forem feitos e comercializados, a nossa aposta é que sejam postos de lado rapidamente pelos utilizadores assim que a novidade passar.

Interface multi-modal

Esta tendência só vem reforçar aquilo que já sabemos: que a tecnologia e, em particular, o design de interface de utilizador está, cada vez mais, a fundir-se com os movimentos e o comportamento humano. Isto inclui:

  • interação utilizando controlo através da visão, audição, voz
  • interação utilizando os movimentos da cabeça e gestos

Dispositivos como o Google Glass e o Siri, por exemplo, serão a rampa de lançamento desta tendência que incorpora elementos de locomoção humana na sua interface.

Flat Design

A tendência para um design de interfaces plano não é exatamente de agora, mas estamos a atravessar uma fase de transformação em que esta tendência está a afirmar-se e a deixar claro que está para ficar.

Atualmente, o design de interface do utilizador encontra-se numa fase de migração de elementos tridimensionais, como botões ou controlos deslizantes, para uma interface plana, mais “clean”, mais ao estilo dos anúncios de revistas.

(esquerda – flat icon / direita – 3D)

3 Previsões para o Futuro do Design de Interfaces

Na ausência de uma única “Autoridade do Futuro do Design de Interfaces”, nada melhor do que procurarmos saber, junto de designers UX, quais os seus prognósticos.

  1. Os desafios do Design serão diferentes

“Os desafios do Design serão menos sobre gerar conversões num aplicativo de reservas de hotel e mais sobre como ajudar os viajantes a ter a melhor impressão de um hotel, desde o planeamento inicial até a finalização da compra. – Ben Huggins, Desiner de Interação Senior no Youtube, São Francisco, EUA.

  1. Content Writers e Fisiologistas para interfaces de voz e de Realidade Aumentada

“As interfaces de AR (Realidade Aumentada) e de voz serão duas das áreas mais interessantes (e – esperemos – lucrativas) de design. Para a interface de voz, veremos uma demanda por redatores de conteúdo e fisiologistas.” – Nick Babich, Gestor da Equipa de Desenvolvimento da Ring Central, Rússia.

  1. “Estamos a viver a Quarta Revolução Industrial na qual o Design de Interfaces desempenha um papel fundamental”

“No futuro, o User Experience Design tornar-se-à uma prática mais forte e bem estabelecida, influenciando diferentes aspetos das nossas vidas. Já estamos a ver uma especialização na área de UX, mais concretamente na Realidade Aumentada, Realidade Virtual e Interface de Voz do Utilizador. – Alessandro Floridi, UX Manager na Deloitte, Sydney, Austrália.

Qualquer que seja o future do Design de Interfaces, uma coisa é certa: o mundo está em constante mudança e esta é uma área que está a acompanhar essa mudança e a mudar com ele.

Quais são as suas previsões para o futuro desta área? Conhece outras tendências que não tenhamos mencionado neste artigo?

DEIXE O SEU COMENTÁRIO