Logo

O Espaço de Escritório e a Produtividade

Numa fase em que estamos prestes a mudar de escritório e tivemos a oportunidade de criar um espaço à nossa medida, senti a necessidade de estar mais atento e analisar o comportamento das pessoas no escritório: a forma como interagem, partilham conhecimento e criam valor para os clientes.

Open space ou diferentes espaços?

Quando descobrimos o nosso futuro espaço, deparámo-nos com um open space com largas centenas de metros quadrados. Aí, surgiram as primeiras grandes questões. Queremos manter o open space ou vamos reorganizar o espaço e criar diferentes ambientes?

Acredito que, em qualquer negócio ou empresa, o trabalho em equipa é fundamental. A partilha de experiências e conhecimento, os momentos de descontração e conversa, a definição conjunta de objetivos e forma de os alcançar, são passos essenciais para atingir o sucesso. Será que o open space fomenta isto?

Open spaces permitem que os trabalhadores vejam e ouçam os seus colegas durante todo o dia e podemos acreditar que esta transparência os encorajaria a trabalhar de forma mais colaborativa.

A interação num mesmo espaço

Segundo a minha experiência e aquilo que tenho observado, este tipo de ambiente tem o efeito oposto: reduz a quantidade de tempo que as pessoas passam a conversar cara a cara fomentando, pelo contrário, a interação por mensagem ou e-mail. Um estudo de Harvard refere que quando duas das principais empresas tecnológicas a nível mundial mudaram o espaço passando de gabinetes para open space, as interações cara a cara diminuíram em mais de 70%.

Acredito que o escritório do futuro deve ser flexível e equilibrado:

  • Ter open spaces e mesas comuns onde os trabalhadores se devem sentar aleatoriamente;
  • Ter salas de reuniões pequenas e versáteis que fomentem as interações cara a cara e a partilha de informação para pequenos grupos de 2 ou 3 pessoas;
  • Ter pequenas cabines individuais onde os trabalhadores possam isolar-se do mundo e concentrar-se em momentos de maior necessidade;
  • Ter uma sala comum onde consigamos comunicar com toda a equipa ao mesmo tempo e partilhar os sucessos e insucesso da empresa.

A sociedade está a empurrar-nos para este mundo tecnológico, as relações profissionais e pessoais são cada vez mais mantidas através do telefone, e-mail, Slack, Facebook, Whatsapp, etc. O escritório do futuro tem, portanto, de ser o oposto: tem de empurrar-nos para a partilha, para o contacto cara a cara, para troca de informação e emoções!

É um grande desafio, mas algo que estamos a procurar fazer no nosso novo escritório, para o qual mudamos já em Maio!


Para onde? Entre em contacto connosco e saiba para onde nos vamos mudar.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO