Logo

Emojis | Uma estratégia de Marketing Digital para 2017

Sabia que 92% da população online utiliza Emojis?

É verdade, 30 % destas pessoas utiliza-os várias vezes ao dia, sendo que 75% dos homens e 84% das mulheres acha que os emojis expressam melhor as emoções do que as palavras.

Neste artigo vamos fazer uma síntese sobre o fenómeno mundial dos emojis e abordar as vantagens da sua utilização numa estratégia de Marketing Digital

Origem

A palavra Emoji surgiu da junção dos elementos japoneses “e” (imagem) e “moji” (letra). É considerado um pictograma, ou seja, um símbolo que representa uma ideia, palavra ou frase completa. Estes símbolos representam expressões, objetos, animais etc e hoje fazem da nossa cultura e comunicação diária. São considerados uma nova linguagem universal.

Emojis e o  Marketing

A popularidade dos emojis levou os marketers a explorarem as inúmeras possibilidades que esta nova linguagem pode proporcionar na comunicação com o público.

Grandes marcas como a Domino´s, Macdonalds, Chevrolet e Foot Locker foram as primeiras a apostar nos emojis para as suas campanhas de marketing. Relacionando-se de uma forma mais afetiva com os seus consumidores.

Estudos mostram que os posts com emoji geram aproximadamente mais 17% de engagement, o número de likes pode aumentar até 57% e os comentários e partilhas aumentam em 33%.

Este novo marketing relacional também consegue ajudar as marcas a estudarem melhor os seus consumidores e como estes se sentem em relação aos seus posts e produtos, basta analisar os emojis que são utilizados por estes nos seus anúncios e campanhas.

Desta forma, a utilização de emojis em campanhas de marketing aumentou 777% em 2015 e desde 2016 verifica-se um crescimento de 20% por mês.

É um facto que os emojis são uma excelente ferramenta para chamar a atenção dos consumidores e transmitir emoções nas mensagens, tornando-as menos distantes e frias.

Porém é necessário ter em conta alguns aspetos antes de utilizar este tipo de comunicação. Vamos deixar-lhe algumas pistas.

Dicas de Utilização

Estude o público – Apesar do número de utilizadores de emojis ser bastante elevado, ainda existe uma percentagem de pessoas que não os utiliza. Pesquise e faça testes para perceber se o seu público está recetivo e se se identifica com este tipo de linguagem.

Conheça o significado dos emojis – Nem tudo o que parece é! É importante saber exatamente o significado de cada emoji e usá-lo nas situações adequadas.

Fique atento às novidades – Os emojis são atualizados constantemente. Em 2017 vão existir 69 emojis novos. Mantenha-se a par!

Humanize a marca – Crie proximidade com o consumidor expressando emoções através dos emojis. Interaja de forma mais informal e divertida em tempo real quando alguém elogiar a sua marca ou o conteúdo de um post. Mas atenção, o mesmo não é aconselhado quando se tratam de reclamações, críticas ou temas mais sérios.

Evite mensagens codificadas – Não utilize demasiados emojis para transmitir uma mensagem. O público pode ter dificuldade em percebê-la.

Use emojis relevantes – Não use emojis apenas por usar. Deve usá-los, apenas e só, quando realmente adicionam algo à mensagem que quer transmitir.

Ferramentas úteis

Emoji chart da Unicode – descubra se o emoji que escolheu aparece em todos os sistemas operacionais;

WebMojipara – copie rapidamente emojis para a sua área de transferência;

Emojipedia – conheça o significado de cada emoji;

Emoji Translate – saiba se já existe um emoji para determinado objecto.

Conclusão

A utilização de emojis tem tido um crescimento quase exponencial nos últimos 3 anos, sendo amplamente utilizado nas mais diversas áreas da nossa vida.

É certo que veio tornar a nossa comunicação mais rica, principalmente no que diz respeito à área do marketing e da publicidade.

Abriu novos horizontes e vertentes a explorar, permitindo também uma maior liberdade criativa. Para além disso, constitui uma nova ferramenta de análise do público.

No entanto, é preciso ter em conta que o uso destes pictogramas não deve ser feito de forma aleatória e indiscriminada. É indispensável a definição de estratégias para não correr o risco de prejudicar a imagem e credibilidades da sua marca.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO