Logo

Razões para criar uma estratégia de e-mail marketing responsivo

No momento em que o uso de dispositivos móveis representa quase 50% do tráfego na web, porque é que ainda recebemos newsletters preparadas unicamente para desktop? Criar um e-mail responsivo torna-se crucial para uma estratégia de marketing digital bem trabalhada.

Passaram-se 10 anos desde o dia em que Steve Jobs mostrou ao mundo o que mudaria para sempre a nossa interação com a web – o primeiro smartphone. Desde então, muito mudou para aqueles que trabalham no mundo digital. A programação de sites começou a ter em conta ecrãs menores, ao contrário da tendência até então. Atualmente, estima-se que o número de smartphones exceda 2 por pessoa, de acordo com o site Statista.

Mobile First é uma filosofia criada por Luke Wroblewski, que destaca a necessidade de priorizar o contexto móvel, ao criar experiências com o usuário, começando  com o telemóvel, e depois com o desktop. Mobile-First Responsive Web Design é uma combinação de filosofias / estratégias e, em última análise, resume-se a uma aplicação de boas práticas da Web. Como a paisagem digital é cada vez mais complexa, é necessário desenhar experiências que funcionem em todo o espectro de dispositivos digitais.

Every device does not need to have the same experience. Trying to maintain the same experience in all devices is dated. It is an obsolete approach. People understand different devices provide different experiences.” – Jeffrey Zeldman.

Em 2010, surge o termo “Mobile First”, contudo demorou algum tempo até ser interiorizado. Ainda hoje, vemos sites de grandes marcas que não estão preparados para dispositivos móveis. Temos ecrãs de vários tamanhos nos quais nos conectamos ao conteúdo digital e o e-mail não é uma exceção.

Estudos mostram que mais de 80% das pessoas apagam um e-mail que não podem ver corretamente no smartphone.

É possível criar um e-mail responsivo que se encaixa em qualquer ecrã?

Esta é uma resposta difícil. Ao contrário de um site ou aplicação, no e-mail não podemos usar os padrões de programação mais recentes como html5 e css3. Se nos lembrarmos bem, o primeiro smartphone foi lançado pela Apple em 2007. Então, porque é que continuamos a usar o padrão anterior? A “falha” disso é de clientes de servidores de e-mail, como o outlook, que continuam a não suportar os padrões da web mais recentes.

Mas, de volta à pergunta anterior, sim, podemos criar um e-mail responsivo, mas pelo motivo mencionado anteriormente. Para um e-mail responsivo ser criado deve-se usar truques para torná-lo possível e “à prova de balas” em qualquer navegador ou software.

Este tema não é novo, em toda a web encontramos artigos que falam sobre e-mail responsivo enquanto inserida em estratégia de marketing da empresa. Então, porque é que continuamos a receber emails de grandes marcas que não estão prontos para telemóveis ou outras aplicações? Porque é que ainda se tem que ampliar o ecrã para se ler um e-mail no smartphone? É por negligência das marcas? É por falta de conhecimento por parte dos designers / criadores?

Se calhar é um bocadinho dos dois, mas aqui na Byd (Boost Your Digital) temos isso em consideração, e tratamos de todos os emails dos clientes para que possam responder da melhor forma em qualquer ecrã.

 

“Design is not just what it looks like and feels like. Design is how it works.” – Steve Jobs

DEIXE O SEU COMENTÁRIO